Livro Revolta de Carrancas: o silêncio ao redor | Joaci Pereira Furtado | Edição bilíngue pt-eng

Clique no botão ao lado para assistir ao vídeo relacionado ao produto.

Assistir Vídeo

Livro Revolta de Carrancas: o silêncio ao redor | Joaci Pereira Furtado | Edição bilíngue pt-eng

Código: 9C7CTBCQC
R$ 120,00 R$ 66,00
Comprar Estoque: Disponível
  • R$ 66,00 Pix
  • R$ 66,00 Boleto Bancário
  • R$ 66,00 Pagali Cartão
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Uma revolta de escravizados propositalmente apagada da história do Brasil é resgatada em detalhes em Revolta de Carrancas: o silêncio ao redor. A reconstituição dos fatos sangrentos ocorridos em 13 de maio de 1833, na zona rural do atual município de São Tomé das Letras (MG) – então parte da Freguesia de Nossa Senhora da Conceição de Carrancas –, é o objeto desse livro do historiador Joaci Pereira Furtado publicado pela Editora Madamu.

Furtado, que é graduado em História pela Universidade Federal de Ouro Preto e mestre e doutor em História Social pela USP, conta que nunca ouvira falar dessa revolta até 2019, quando um primo jornalista a mencionou, além de revelar o parentesco dele com um dos empregados do barão de Alfenas, dono da fazenda Bela Cruz, onde o massacre aconteceu.

Com a curiosidade aguçada, ainda em 2019 Furtado passou a se informar sobre o motim. Foi assim que ele descobriu a pesquisa de Marcos Ferreira de Andrade, professor da Universidade Federal de São João del-Rei que em 1992 encontrou o processo judicial que sentenciou os revoltosos. Esse é o único documento que atesta e detalha o evento – atualmente interditado à consulta, devido ao precário estado de conservação.

De acordo com Furtado, o que mais choca é o silêncio sobre a Revolta de Carrancas. Apesar dos esforços de divulgação do professor Andrade, que já publicou livros e artigos a respeito, essa rebelião de pessoas escravizadas permanece desconhecida do grande público. Foi a partir das pesquisas de Andrade, pois, que Furtado escreveu Revolta de Carrancas: o silêncio ao redor – obra que resume e reflete sobre essa que foi a mais violenta insurreição de cativos no Brasil. E uma das mais desconhecidas.

Revolta de Carrancas: o silêncio ao redor é prefaciado pelo babalorixá e antropólogo Rodney William Eugênio, tem texto de orelha assinado pelo sociólogo Ricardo Antunes (Unicamp) e é ilustrado por Francisco Silva Neto, mestrando em Filosofia pela USP. A edição é bilíngue, com versão integral em inglês de Bruno Bortone Campos.

BAIXE UMA AMOSTRA GRÁTIS DO LIVRO ++AQUI++.

Título: Revolta de Carrancas: o silêncio ao redor
Edição: 1a. edição, 2024
Autor: Joaci Pereira Furtado
Páginas: 144
Formato: 16 x 23 cm
Acabamento: Brochura
ISBN: 978-65-86224-54-2.

SOBRE A REVOLTA
Ocorrido no dia 13 de maio de 1833, o motim resultou na morte de dezesseis pessoas, das quais nove integravam a rica e influente família de Gabriel Francisco Junqueira (1782-1868), primeiro barão de Alfenas. A violência dos insurgentes – com requintes de crueldade, que incluía emasculação e decapitação das vítimas – não poupou nem crianças da casa grande, mobilizando dezenas de escravizados que explicitamente desejavam a eliminação física de seus senhores como forma de conquista da liberdade.

Liderada por Ventura Mina, escravizado africano de quem pouco se sabe, a Revolta de Carrancas terminou no mesmo dia, com a morte do líder em combate com as forças de repressão e com a prisão dos demais revoltosos. Dezessete amotinados foram condenados à forca, na maior aplicação da pena de morte na história de sua vigência no Brasil. Nem mesmo a célebre Revolta dos Malês, em Salvador (BA), em 1835, teve tantos sentenciados à pena máxima.

A elite escravista ficou de tal modo chocada com a rebelião mineira que fez aprovar, no parlamento imperial, legislação ainda mais severa contra qualquer pessoa escravizada que atentasse contra a vida de seus senhores e familiares. Surge assim a “lei nefanda”, de 1835.

Diante de tamanha violência, e principalmente do cuidadoso silêncio que a própria aristocracia fundiária da época ergueu sobre a insurreição, Joaci Pereira Furtado empenhou-se na escrita desse breve mas contundente texto, na expectativa de romper tal silêncio e popularizar a reflexão sobre os inúmeros significados da Revolta de Carrancas – cujas motivações ainda ecoam na sociedade brasileira.

A pesquisa documental – incluindo a descoberta do processo judicial da Revolta de Carrancas – e parte das análises contidas neste texto são do historiador Marcos Ferreira de Andrade, professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de São João del-Rei, cujo trabalho o presente ensaio pretende divulgar.

SOBRE O AUTOR
Joaci Pereira Furtado nasceu em Campos Gerais (MG) em 1965. Graduado (1988) em História pela Universidade Federal de Ouro Preto, é mestre (1994) e doutor (2001) em História Social pela USP. Autor de livros didáticos e paradidáticos de História, organizou edição das Cartas chilenas, de Tomás Antônio Gonzaga (Companhia das Letras). Sua dissertação de mestrado, Uma república de leitores: história e memória na recepção das Cartas chilenas (1845-1989), publicada pela Hucitec, recebeu os prêmios Moinho Santista Juventude 1996 (hoje Prêmio Bunge Juventude) e Jabuti 1998. Foi editor de literatura e ensaio na Globo Livros (2001-2010), divisão da Editora Globo S/A, e dos selos literários Tordesilhas e Tordesilhinhas (2010-2012), e docente do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense (2013-2022). Com Anna Maria Kieffer, Vanderlei Lucentini e Vítor Gabriel, lançou em 2015 o CD Antônio Vieira: do Tejo ao Amazonas (oratório profano) (Akron), que resultou de espetáculo homônimo apresentado na Capela do Pátio do Colégio, em São Paulo (SP), no dia 2 de agosto de 2008. Em 2019, com Denilson Soares Cordeiro, organizou o livro Arte da aula (Edições Sesc). Em 2022 estreou na ficção com [Romance policial] (Giostri). Estreou na dramaturgia em 2023, com Otelo, o outro, peça em coautoria com Israel Neto e Kenan Bernardes.

R$ 120,00 R$ 66,00
Comprar Estoque: Disponível
Sobre a loja

Editora de Livros de Filosofia, Ciências Humanas, História e Literatura Clássica, entre outros. Impressão sob demanda e venda exclusiva pela internet. Os livros são enviados pelos Correios, ou podem ser retirados em nosso escritório, com horário agendado, na rua Rua Terenas, 66, conjunto 6, Alto da Mooca, São Paulo, SP.

Pague com
  • Pagali
  • Pix
Selos

Toledo de Oliveira & Cia Ltda ME - CNPJ: 10.803.818/0001-04 © Todos os direitos reservados. 2024


Para continuar, informe seu e-mail

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade